Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018
Esportes

Inter vira sobre Atlético-PR no fim e assume vice-liderança do Brasileirão

Publicada em 04/11/18 às 20:25h - 8 visualizações

por 1001 Noticias FM


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: 1001 Noticias FM)

Em um jogo com um final emocionante, o Internacional buscou a vitória sobre o Atlético-PR por 2 a 1, de virada, no Beira-Rio, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Camacho abriu o placar para os visitantes, que venciam neste domingo até os 36min do segundo tempo, quando Rodrigo Moledo empatou. Nos acréscimos, Andrés D’Alessandro converteu pênalti polêmico e definiu a vitória dos mandantes.

Com o resultado, o time colorado, que vinha de igualdades com Santos e Vasco, vai a 61 pontos e assume a vice-liderança. Uma vez que o Flamengo empatou com o São Paulo e ficou com 60 unidades. O Palmeiras tem 66 pontos.

De quebra, os gaúchos mantiveram a invencibilidade em seu estádio nesta Série A. São 12 vitórias e quatro empates em 16 jogos disputados. A única derrota que sofreu em casa nesta temporada foi para o Grêmio na fase classificatória do Campeonato Estadual, em 11 de março, por 2 a 1.

Já a equipe rubro-negra, que não perdia havia quatro rodadas (três vitórias e um empate), estaciona nos 43 pontos e cai para a nona colocação, sendo ultrapassada pelo Cruzeiro, que bateu o América-MG. O técnico Tiago Nunes, que foi expulso na reta final do embate, escalou somente reservas para o confronto, devido às semifinais da Copa Sul-Americana.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Internacional irá ao Castelão encarar o Ceará, no domingo, às 18h (de Brasília). No sábado, o Atlético-PR receberá o Cruzeiro na Arena da Baixada, às 19h. Antes, na quarta-feira, a equipe rubro-negra irá enfrentar o Fluminense, em casa, pela ida da semifinal da Copa Sul-Americana, às 21h45.

O jogo – A promessa de uma partida movimentada não confirmou-se no primeiro tempo disputado no Beira-Rio. Em jogo muito truncado, Internacional e Atlético-PR pouco criaram e tiveram, cada, apenas uma oportunidade de alterar o marcador do embate.

Aos 24 minutos de duelo, o ídolo colorado, D’Alessandro, recebeu passe por cima de Juan Alano e bateu do jeito que a bola veio. A finalização, no entanto, passou à direita da meta defendida pelo goleiro Felipe Alves.

Dez minutos depois, foi a vez do Furacão assustar. Em cobrança de falta de longe, Bergson pegou em cheio na bola, que, devido ao efeito, fez uma curva. Marcelo Lomba até pulou, mas o potente chute acabou indo para fora, mantendo o zero no placar.

No segundo tempo, o Internacional saiu dos vestiários disposto a inaugurar o marcador. Nico López recebeu bola de Leandro Damião e bateu colocado, sem força, obrigando Felipe Alves a se esticar para fazer a defesa. Pouco depois, o camisa 9, de costas para a zaga, serviu Juan Alano, que chutou em cima da defesa do Furacão.

O Atlético-PR, por sua vez, respondeu com perigo: aos sete minutos, Márcio Azevedo cobrou falta para a área e a bola desviou no zagueiro Victor Cuesta, acertando a trave de Marcelo Lomba.

Melhor em campo na etapa final, Leandro Damião novamente assustou Felipe Alves. Após puxada de contra-ataque de Nico López, o centroavante do Inter fez o domínio e bateu colocado, exigindo nova boa defesa do arqueiro do Atlético-PR. Depois do lance, entretanto, Odair Hellmann optou por sacar o jogador e colocar Wellington Silva em campo, fato que gerou descontentamento em Damião e vaias no Beira-Rio.

Foi neste cenário que os visitantes abriram o placar. Aos 18, Camacho aproveitou erro de Patrick na intermediária e arrancou com a bola. O camisa 15 do Furacão bateu de fora da área e contou com desvio de Rodrigo Moledo no meio do caminho, enganando Marcelo Lomba e inaugurando o marcador na casa do Colorado.

Após alterações ofensivas de Odair Hellmann e a urgência da igualdade, o Internacional, impulsionado por sua torcida, conseguiu o empate aos 36 minutos do período final. Wellington Silva recebeu pela lateral e cruzou para a área, encontrando Rodrigo Moledo. O zagueiro, com pinta de atacante, fez o movimento correto de finalização e tocou para o fundo das redes: 1 a 1.

Quando tudo parecia apontar para o empate no placar, Márcio Azevedo empurrou Rossi dentro da área e o juiz Rodrigo D’Alonso assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, feita aos 48 minutos do segundo tempo, o argentino D’Alessandro enfiou uma bomba e decretou a vitória colorada na partida.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 x 1 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 4 de novembro de 2018, domingo
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D´Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Alex dos Santos (SC)
Cartões amarelos: Victor Cuesta e Iago (Internacional); Felipe Alves e Márcio Azevedo (Atlético-PR)

Gols:
INTERNACIONAL:
 Rodrigo Moledo, aos 36 minutos do segundo tempo e D’Alessandro, aos 48 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Camacho, aos 18 minutos do segundo tempo

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Gabriel Dias (Rossi), D’Alessandro, Juan Alano (William Pottker) e Patrick; Nico López e Leandro Damião (Wellington Silva). Técnico: Odair Hellmann

ATLÉTICO-PR: Felipe Alves; Diego Ferreira, Wanderson, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Camacho (Léo Pereira), Matheus Rossetto (Raphael Veiga) e Bruno Guimarães; Marcinho (Marcelo Cirino), Bergson e Rony. Técnico:Tiago Nunes.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







Nosso Whatsapp

 (83) 9 88 66 50 11

Visitas: 3099217
Usuários Online: 320
Copyright (c) 2018 - 1001 Noticias FM